Regantes do Roxo querem gestão da água nas associações

Regantes do Roxo querem

A Associação de Beneficiários do Roxo (ABR) pretende que os novos blocos de rega de Aljustrel e Ervidel sejam geridos pela instituição e não pela EDIA.
“A associação tem características para assumir a gestão desses dois blocos e não vejo a EDIA a entrar na rede secundária, junto dos agricultores, pois é um trabalho muito directo, em que temos de ter um conhecimento próximo do agricultor”, argumenta ao “CA” o presidente da associação, António Parreira.
O líder da ABR acrescenta ainda que caso seja mesmo a EDIA a gerir os novos blocos, ambos ligados ao Empreendimento de Fins Múltiplos do Alqueva, isso poderá levantar muitos problemas a agricultores que terão nas suas propriedades água gerida por duas distintas entidades.
“Seria muito importante que fosse equacionado este problema e resolvido o mais rapidamente possível”, alerta António Parreira.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima