PSD reuniu com agricultores do Alentejo para avaliar efeitos da seca

A situação atual do mundo rural “face ao momento de seca extrema” esteve sobre a mesa na reunião que juntou, em Montemor-o-Novo, representantes das distritais de Beja, Èvora e Portalegre do PSD e de algumas associações do setor dos três distritos.

Em comunicado enviado ao “CA”, a Distrital de Beja do PSD revela que na reunião “foi discutida a situação atual do mundo rural face ao momento de seca extrema que vivemos, ouvimos as preocupações e as críticas dos agricultores e, sobretudo, a falta de tomada de posição imediata perante uma calamidade que se agudiza a cada dia”.

Os sociais-democratas afirmam que “a natureza cíclica das secas em Portugal já não pode ser contestada”, sendo os agricultores e o setor primário “os primeiros a sentir as consequências”, o que os leva a reivindicar “um planeamento estratégico dos recursos hídricos, precisamente para fazer face a períodos de seca e mitigar os seus efeitos”.

Nesse sentido, o PSD de Beja manifesta a sua “total colaboração na defesa do mundo rural e dos seus protagonistas” e assume “o compromisso de continuar a auscultação de todos quantos contribuem para o desenvolvimento do setor primário”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima