PS na AM de Beja apresenta propostas para o Orçamento 2015

PS na AM de Beja apresenta

O grupo de eleitos do PS na Assembleia Municipal de Beja revelou esta segunda-feira, 15, um conjunto de propostas para o Orçamento municipal do próximo ano de 2015.
Ao todo, as propostas dos socialistas representam um investimento de 5,5 milhões de euros, sendo que a maior fatia vai para a habitação social – através da resolução das situações mais urgentes na conservação/ recuperação das habitações propriedade da autarquia e respetivos espaços comuns, bem como na requalificação de espaços envolventes degradados (750 mil euros) – e para a primeira fase da requalificação do Estádio Flávio dos Santos em zona de desporto informal (também 750 mil euros).
Na área das acessibilidades, a proposta do PS prevê obras nas estradas Mina da Juliana-Santa Vitória (600 mil euros), de Quintos (500 mil euros), das Apolinárias (500 nil euros) e Nossa Senhora das Neves-Porto Peles (150 mil euros).
Os socialistas propõem igualmente um investimento de 300 mil euros na rede de abastecimento de água ao aeródromo e ao projecto da MacFarlan Smith para produção de morfina medicinal, assim como o avanço das segundas fases da ciclovia (500 mil euros), das hortas urbanas (50 mil euros) e do projecto Rampa, que visa a melhoria de acessibilidades (100 mil euros).
As requalificações da pista de atletismo do Complexo Desportivo Fernando Mamede (300 mil euros) e das piscinas municipais cobertas e descobertas (250 mil euros) também se encontram entre as propostas do PS, tal como a repavimentação das vias mais degradadas do perímetro urbano da cidade (350 mil euros), a continuação das requalificações do Mercado Municipal (250 mil euros) e do Parque de Materiais da autarquia (100 mil euros), e a renovação do Largo do Carmo (50 mil euros).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

DECO promove atendimento em Odemira

Esclarecer dúvidas sobre os direitos do consumidor em diversas áreas é o grande objetivo das sessões gratuitas de atendimento que a DECO – Associação Portuguesa

Role para cima