PS de Serpa critica aumento na taxa do IMI

PS de Serpa critica

A Concelhia de Serpa do Partido Socialista (PS) critica a Câmara Municipal local por ter aumentado a taxa do IMI – Imposto Municipal sobre os Imóveis para 0,35%.
Em comunicado, os socialistas serpenses argumentam que o aumento da taxa de IMI no concelho é fruto do “aumento substancial das dívidas aos fornecedores por parte da Câmara Municipal, que atingiu um valor superior aos 4,5 milhões de euros no final de 2014”.
Uma situação, continua o PS, que irá também “levar a um aumento considerável do preço da água e do saneamento básico”.
Os socialistas lembram que há muito que vêm alertando a autarquia e o executivo da CDU “sobre os gastos excessivos em vários projectos”, considerando que “infelizmente chegou agora a hora de pagar a factura”.
De acordo com o PS, a dívida actual da Câmara de Serpa aos bancos “aproxima-se dos 7,1 milhões de euros e a dívida total aproxima-se dos 12 milhões de euros, pelo que cada habitante do concelho deve cerca de 750 euros”.
“Não adianta à CDU tenta escamotear a dívida, pois a única realidade objectiva é a de que a mesma cresceu em valor absoluto”, acrescentam os socialistas, concluindo que a autarquia serpense “está bloqueada pelas dívidas, pelos empréstimos e pela falta de ideias e de projectos mobilizadores que desenvolvam e tragam emprego” para o concelho.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima