PS acusa CDU de não querer apoiar Bombeiros de Castro Verde

PS acusa CDU de não querer

O vereador do PS na Câmara de Castro Verde, António José Brito, acusou o executivo da CDU de ter “mostrado total insensibilidade” ao não acolher as propostas do PS para “valorizar o papel e a acção” dos Bombeiros Voluntários de Castro Verde. Em causa está o facto de a maioria comunista não ter aprovado duas propostas do PS, “uma para criar o Cartão Municipal do Bombeiro e outra visando o reforço” do subsídio anual aos Bombeiros de Castro Verde.
“Infelizmente, a maioria da CDU não quis aprovar estas propostas”, lamenta António José Brito, que acusa a equipa de Francisco Duarte de “dar provas que o apoio à missão fundamental” dos bombeiros e “ao reforço da sua equipa, não são uma prioridade ou sequer uma preocupação dos eleitos da CDU”.
Refira-se que o PS quera ver criado um Cartão Municipal do Bombeiro, cujo objectivo seria incentivar os bombeiros e nomeadamente o voluntariado, concedendo “apoios financeiros na aquisição de livros escolares para os filhos” ou “50% de desconto na factura mensal da água” entre outros incentivos. Visando este objectivo, os socialistas entregaram em conjunto com a proposta “um projecto de Regulamento” para a medida a implementar.
Por outro lado, o vereador António José Brito defendeu também que o subsídio anual concedido aos Bombeiros de Castro Verde “fosse reforçado em mais 6.000 euros, passando de 62.640,00 para 68.640,00 euros”.
Segundo apurou o “CA”, as propostas foiram apresentadas pelos vereadores do PS em sessão de Câmara “há seis meses” e “não mereceram aprovação nem agendamento” por parte da maioria da CDU na autarquia.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima