Projecto criado nas aldeias ribeirinhas do Alqueva premiado

Projecto criado nas aldeias

O projecto que colocou jovens licenciados a estagiar em cinco aldeias ribeirinhas do Alqueva, para dinamizarem as economias locais, foi distinguido pelo Governo.
Num comunicado enviado à Agência Lusa, a Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) refere que o projecto "Aldeias Ribeirinhas do Grande Lago Alqueva" recebeu a distinção do Programa Estratégico para o Empreendedorismo e a Inovação (+e+i) do Ministério da Economia e do Emprego.
Segundo a EDIA, a distinção "+e+i" é "o reconhecimento da importância" do projecto "para o desenvolvimento regional e para a inversão do processo de desertificação e abandono em áreas rurais de baixa densidade populacional, através da promoção do empreendedorismo".
O programa "+e+i" pretende "estimular o empreendedorismo e promover o financiamento à inovação, contribuindo para a capacidade de crescimento e para o aumento do nível de competitividade do país", explica a EDIA.
Através do projecto "Aldeias Ribeirinhas do Grande Lago Alqueva", 15 jovens licenciados estão a estagiar, desde Dezembro e durante nove meses, em quatro aldeias do distrito de Évora – Capelins (Alandroal), Luz (Mourão), Alqueva (Portel) e Campinho (Reguengos de Monsaraz) – e uma do distrito de Beja – Póvoa de São Miguel/ Estrela (Moura).
Segundo a EDIA, o projecto visa procurar "soluções inovadoras e sustentáveis" para "dinamizar económica, social e culturalmente" as aldeias e "as potencialidades criadas pelo Grande Lago Alqueva".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima