Presidente do porto de Sines acredita na expansão do terminal

Presidente do porto de Sines

O presidente do porto de Sines está “convicto” de que as obras de alargamento do terminal de contentores serão aprovadas pelo Governo, como defende o relatório do grupo de trabalho para as infra-estruturas de elevado valor.
A empresa concessionária do terminal de contentores alentejano, a PSA Sines, aguarda há vários meses “luz verde” do Governo para realizar obras de ampliação, num investimento superior a 90 milhões de euros que deixará a infra-estrutura com capacidade para movimentar mais de dois milhões de TEU (unidade equivalente a um contentor de 20 pés) por ano.
“Estou convicto de que [o investimento] vai ser certamente aprovado. Com alguns ajustamentos, que podem evidentemente negociar-se, mas o desenvolvimento do terminal vai com certeza fazer-se. É a minha convicção neste momento”, afirma à Agência Lusa o presidente da Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS).
João Franco reage desta forma à notícia de que o grupo de trabalho para as infra-estruturas de elevado valor entregou na segunda-feira, 27, o seu relatório ao Governo, defendendo como projectos prioritários de investimento em obras públicas até 2020 a construção e expansão de portos e de ferrovias.
No documento, são definidos 30 projectos prioritários, entre os quais a expansão do porto de Sines, escolhidos entre uma lista prévia de 238 potenciais investimentos indicados pelo Governo, num investimento global superior a cinco mil milhões de euros.
“No que respeita a Sines, é óbvio que nos agrada, porque é aquilo que temos defendido, que é a necessidade de desenvolver o terminal de contentores”, comenta o presidente da APS, acrescentando esperar que “na versão final, depois da discussão que se vai iniciar, esse projecto mantenha a prioridade que já tem”.
Para o gestor, a importância deste investimento ultrapassa a geografia de Sines, sendo “uma questão de interesse para o país”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima