PCP questiona Governo sobre falta de obras no IP2 e IP8

PCP questiona Governo sobre

O PCP questionou na passada sexta-feira, 1 de Agosto, o ministro da Economia sobre a retoma das obras no IP2 e IP8, que deveria ter acontecido durante o mês de Julho.
Na pergunta dirigida a António Pires de Lima e assinada pelos deputados João Ramos, Bruno Dias e João Oliveira, os comunistas questionam se o Governo não considera “de lamentável mau gosto que se vá tornando hábito o anúncio do reinício de obras no IP8 e no IP2 que depois não se verifica”.
Os três deputados do PCP pretendem ainda saber “que motivos levaram ao incumprimento da previsão de arranque das obras do IP8 e do IP2”, se a previsão de reinício de obras em Julho “era efectiva ou apenas um mecanismo para acalmar impaciências em torno da lamentável situação”, e “que compromissos, sérios, pode o Governo, de uma vez por todas, assumir quanto a requalificação do IP8 e do IP2”.
Além destas questões, o PCP voltou a apresentar ao ministro da Economia as perguntas apresentadas a 16 de Junho e que desde então não tiveram resposta, nomeadamente sobre se estão reunidas as condições para que, após a retoma, as obras do IP2 e do IP8 “não voltem a ser suspensas” e sobre a forma como se irão reflectir nas duas vias os 600 milhões de euros de poupança, fruto do acordo entre o Estado e os concessionários.
Recorde-se que a 21 de Maio, o Governo e a Estradas de Portugal revelaram ter chegado a acordo com os concessionários sobre a subconcessão rodoviária do Baixo Alentejo, sendo na altura indicado que o reinício das obras iria decorrer em Julho.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima