Paulo Paixão procura em Beja “jogadores à Porto”

Paulo Paixão procura

Apesar da distância, os responsáveis pelos escalões de formação do FC Porto estão atentos aos novos valores que despontam no futebol do distrito de Beja.
“Esta é uma área cada vez mais importante para o futebol profissional e nós procuramos trabalhar para que os nossos jovens tenham as mesmas oportunidades de outros que residem em contextos competitivos mais favoráveis”, adianta Paulo Paixão, de 32 anos, que desde 2010 é o coordenador de scouting do FC Porto na região.
Segundo este técnico, que também treina a equipa de juvenis do Desportivo de Beja, são vários os aspectos considerados pelos “dragões” durante o processo de observação de um atleta, desde a dimensão técnica à táctica, passando pela componente física e psicológica.
“Acima de tudo, procurar saber se estamos na presença de um ‘jogador à Porto’”, explica Paulo Paixão, garantindo que o contacto regular com a estrutura dos "dragões" ajuda a “entender da melhor forma o que é um jogador à Porto”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima