Pais contra eventual fecho da Escola de Equitação de Évora da GNR

Pais contra eventual fecho da

Os pais dos cerca de 100 alunos da Escola de Equitação do Comando de Évora da GNR estão preocupados com o eventual encerramento do estabelecimento, por terem sido suspensas as inscrições para o próximo ano escolar.
Contactada pela Agência Lusa, fonte do Comando-geral da GNR confirmou que "estão suspensas as inscrições de alunos na escola de equitação", mas que não existe "qualquer decisão ou ordem" para o seu encerramento.
A mesma fonte referiu que a suspensão das inscrições na escola de equitação do Comando de Évora da GNR foi decidida por se "encontrar em fase de estudo a reorganização do dispositivo a cavalo" da corporação, que "será concluída brevemente".
Augusto Balça, porta-voz de um grupo de pais, disse à Lusa que foram informados, no início desta semana, que "as inscrições estavam suspensas, por motivo de encerramento da escola".
"Os pais manifestaram imediatamente a sua indignação", afirmou, indicando que se seguiu "uma reunião geral de pais", onde responsáveis do Comando de Évora da GNR informaram que a decisão de suspender as inscrições era do Comando-geral da força de segurança.
O responsável adiantou que os pais já enviaram uma carta para o Comando-geral da GNR, estando a aguardar uma resposta.
"Temos de continuar a mobilizar-nos para sensibilizarmos" o Comando-geral da GNR "a repensar a decisão", acrescentou.
A Escola de Equitação do Comando Territorial de Évora da GNR, a funcionar há cerca de 30 anos, está vocacionada para a prática, promoção e desenvolvimento da equitação desportiva, de acordo com o programa oficial de formação da Federação Equestre Portuguesa.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima