"Os Verdes" pedem avaliação dos danos causados pelo mau tempo

"Os Verdes" pedem avaliação

O Partido Ecologista Os Verdes (PEV) considera “urgente” uma avaliação dos danos provocados pelo mau tempo, bem como a implementação de medidas de apoio aos afectados.
Num comunicado divulgado este sábado, 18, , após uma reunião do conselho nacional do partido em Beja, os ecologistas consideram "urgente que seja feita uma avaliação dos danos gerados por esta calamidade, a implementação de medidas de apoio aos afectados, assim como seja efectuado o levantamento das situações de maior risco e a consequente tomada de medidas urgentes de protecção às populações em perigo”.
O partido, que se diz “preocupado com os estragos decorrentes do mau tempo e da tempestade marítima, colocando as áreas populacionais em perigo”, lembra que tem “alertado ao longo dos anos para o agravamento das condições climáticas extremas e para a subida do nível das águas do mar, deixando a costa mais vulnerável”.
O ministro do Ambiente, Moreira da Silva, disse a 8 de Janeiro que o Governo estava a reavaliar a estratégia nacional de protecção do litoral, mas também a agir de imediato, com 313 intervenções, num esforço de 300 milhões de euros.
O PEV considera que estes 300 milhões “não geram uma necessária requalificação integrada do litoral, sendo para obras pontuais e de remendo de graves erros cometidos no litoral, decorrentes não só da pressão urbanística exercida sobre o mesmo, mas também devido às políticas praticadas a montante nas bacias hidrográficas dos grandes rios que têm contribuído para o desassoreamento da orla costeira”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima