Novas áreas para Covid-19 em Beja, Castro e Cuba

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) acaba de criar novas áreas dedicadas para doentes respiratórios e Covid-19 (ADR) nos centros de saúde de Beja, Castro Verde e Cuba, adianta ao “CA” o conselho de administração. Em comunicado, a administração da ULSBA explica que as novas ADR surgem no âmbito do cumprimento do Plano da Saúde para o Outono-Inverno 2020-21, levando também em linha de conta “o previsível aumento de afluência de utentes com queixas do foro respiratório”.
A mesma fonte acrescenta que as ADR são estruturas de atendimento organizadas que pretendem “dar resposta a toda a área de influência da ULSBA e à população que necessite de cuidados”, nomeadamente nos concelhos de Beja e Serpa (ADR Beja), nos concelhos de Aljustrel, Almodôvar, Castro Verde, Mértola e Ourique (ADR Castro Verde), e nos concelhos de Alvito, Cuba, Ferreira do Alentejo e Vidigueira (ADR Cuba).
“Ainda no âmbito da Rede de Urgência e Emergência são criadas as ADR-SU Geral e ADR-SU Pediátrica no Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, ADR-SU Castro Verde (Aljustrel, Almodôvar, Castro Verde, Mértola e Ourique) e ADR-SU Moura (Barrancos e Moura)”, acrescenta a ULSBA.
De acordo a mesma fonte, as ADR “destinam-se à avaliação clínica dos doentes com suspeita de infecção respiratória aguda, incluindo os doentes suspeitos de infecção pelo novo coronavírus”.
Nesse sentido, o encaminhamento do doente suspeito para as ADR “é feito mediante a avaliação da Linha SNS24 ou pelo médico de família do Centro de Saúde”.
“Para além da avaliação médica, nestas áreas, serão realizados testes à Covid-19, caso seja necessário, e os pedidos pela Linha SNS24”, observa a ULSBA, acrescentando que o utente também poderá dirigir-se a estas áreas se apresentar sintomas como tosse ou alteração da sua tosse habitual, tosse e dores de cabeça, tosse e dores musculares, febre (38ºC), dificuldade respiratória ou diminuição súbita do olfacto (cheiro) e/ou do paladar (gosto).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima