Ministra da Coesão Territorial elogia investimentos em Castro Verde

A ministra da Coesão Territorial elogiou nesta terça-feira, 6, os investimentos que a Câmara de Castro Verde tem concluídos, em curso ou quase a iniciar-se no concelho, considerando que estes são “a escolha certa” para melhorar a qualidade de vida das populações.

“Não tenho dúvida que estes investimentos, que têm apoio europeu, são a escolha certa, pois estamos a falar de projetos que melhoram a qualidade de vida da população”, frisou Ana Abrunhosa no final da visita a Castro Verde.

Acompanhada pelo presidente da autarquia, António José Brito, e pelo presidente da CCDR do Alentejo, António Ceia da Silva, a governante visitou as obras de requalificação em curso na Basílica Real, as instalações do novo Centro de Artes e Viola Campaniça, as futuras residências autónomas da Cercicoa e a renovada Rua Morais Sarmento (numa sessão pública que assinalou oficialmente a conclusão desta empreitada).

Tudo isto mereceu fortes elogios de Ana Abrunhosa, que destacou a “liderança” da Câmara de Castro Verde.

“Em qualquer projeto as lideranças são fundamentais. E é isso que vejo em Castro Verde: vejo liderança, vejo uma estratégia e vejo projetos que concretizam essa estratégia.”

Ana Abrunhosa | ministra da Coesão Territorial

“Em qualquer projeto as lideranças são fundamentais. E é isso que vejo em Castro Verde: vejo liderança, vejo uma estratégia e vejo projetos que concretizam essa estratégia”, concluiu a ministra.

Por sua vez, o presidente da Câmara de Castro aproveitou a visita da ministra para destacar que a autarquia tem a decorrer “um investimento superior a 10,8 milhões de euros” em obras em todo o concelho, sendo a requalificação urbana “uma parte muito importante” do que está a ser feito.

Ainda em matéria de investimento, António José Brito destacou ainda “dois projetos que são fundamentais” para o futuro do concelho: “Um que começou há poucos dias, que é a criação da Zona Empresarial de Castro Verde, e que representa um investimento de 1,9 milhões de euros, e o outro, que estimamos iniciar no verão, que é a muito desejada requalificação da Escola Secundária, que representa um investimento superior a três milhões e 150 mil euros”.

O autarca castrense sublinhou igualmente que o atual executivo da Câmara Municipal tem “tentado tirar partido das ferramentas” que estão ao seu dispor, “no sentido de poder potenciar estas intervenções” e “resolver” os problemas locais.

“Procurámos socorrer-nos de tudo aquilo que são as ferramentas de financiamento e de tudo o que está ao nosso alcance para implementar em Castro Verde um desenvolvimento maior e criar outras condições para fazer com que as pessoas fiquem no nosso território”, concluiu António José Brito.

“Procurámos socorrer-nos de tudo aquilo que são as ferramentas de financiamento e de tudo o que está ao nosso alcance para implementar em Castro Verde um desenvolvimento maior.”

António José Brito | presidente da Câmara de Castro Verde

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima