Malhadinha Nova tem "estratégia muito bem definida"

Malhadinha Nova tem

As vinhas da Malhadinha, sossegadas e a habitar a planície, enchem-nos o coração quando nos invadem os olhos. O vinho, concertado entre a sabedoria que habita a adega e um encanto que se põe dentro dos nossos sentidos, comprova os dias de um trabalho apaixonado. A herdade de 453 hectares, a meio caminho entre Beja e Castro Verde, foi comprada em 1998. A primeira cepa aconchegou-se na terra três anos depois. No início do Outono de 2003, a adega sentiu os primeiros brindes.
Entrevistado pelo "CA", João Soares, administrador da empresa, analisa um percurso coerente e feito de sucesso, mas também fala do futuro e de uma região com muito potencial para aproveitar!

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima