Francisco Fernandes: "FC Castrense foi um justo campeão em 2011-2012"

Francisco Fernandes: "FC Castrense foi um justo campeão em 2011-2012"

Francisco Fernandes somou mais um título distrital para o seu já longo currículo!
Um dia depois do fim do “Distritalão” o técnico do FC Castrense esteve à conversa com o “CA”, passando em revista a época e levantando um pouco do “véu” sobre 2012-2013!

<b>O FC Castrense foi um justo campeão em 2011-2012?</b>
Sim, sem dúvida alguma. Toda a gente reconhece que desde o primeiro momento até ontem [domingo, 6], quando terminou o campeonato, fomos de longe a melhor equipa e superiores em tudo. E a prova disso é que chegámos ao final do campeonato em primeiro lugar, sendo a equipa com mais golos marcados e menos sofridos, que teve o melhor marcador do campeonato [Rui Pepe] e que melhor futebol praticou. Não há nada a opor a este título! Somos uns justos campeões e foi inteiramente merecido. Os meus jogadores estão de parabéns, isto é fruto do trabalho deles e como costumo dizer, os meus maiores títulos é ver os meu jogadores e toda a gente felizes.

<b>Agora é tempo de preparar o futuro. Em 2012-2013 vai continuar no FC Castrense?</b>
Já começámos a falar nalgumas coisas, há interesse do clube e meu também. É um clube que eu gosto de treinar e vamos ver. Se tudo correr dentro da normalidade, penso que vou continuar. Mas o campeonato [nacional da 3ª divisão] para o ano vai sofrer alterações e há que pensar bem as coisas. Vai ser [um campeonato] um pouco atípico, difícil, sem ninguém perceber o que vai dar… Fala-se em tanta coisa, diz-se tanta coisa, mas acho que é mau terminarem com a 3ª divisão nacional.

<b>Se ficar em Castro Verde, vai mexer muito no actual plantel do FC Castrense?</b>
Logicamente que tem de haver alterações! Mas ainda estamos numa fase inicial.

<b>Nomes como Mikó (do Vasco da Gama de Sines), José Luís Brito (Milfontes), Estebaínha ou Nuno Alves (ambos do Mineiro Aljustrelense) surgem como “alvos” do FC Castrense para a próxima época. Confirma?</b>
Os bons jogadores interessam todos. Tratam-se de jogadores com quem gosto de trabalhar, que também gostam de trabalhar comigo e que têm ganho muita coisa comigo. Mas nada mais que isso! Ainda nem sequer se pôs sobre a mesa nomes de jogadores que possam interessar.

<b>LEIA A ENTREVISTA DE FRANCISCO FERNANDES NA ÍNTEGRA NA EDIÇÃO DE 11 DE MAIO DO "CORREIO ALENTEJO", JÁ NAS BANCAS</b>

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima