Festival "Andanças" leva 750 artistas a Castelo de Vide

Festival "Andanças" leva

A 19.ª edição do festival "Andanças", que conta com a participação de cerca de 750 artistas de diferentes países e espera receber 30 mil visitantes, começa esta segunda-feira, 4, no concelho alentejano de Castelo de Vide.
Reunindo artistas oriundos de duas dezenas de países, o "Andanças" – Festival Internacional de Danças Populares, promovido pela Associação para a Promoção da Música e Dança PédeXumbo, decorre até ao dia 10 deste mês, na zona da albufeira de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide.
"O ´Andanças` não se vai ver, vai-se fazer. Venham todos para experimentar e divertir-se neste festival diferente", desafiou a coordenadora da iniciativa, Ana Martins, em declarações à Agência Lusa.
O festival conta na parte logística com cerca de 700 voluntários e o apoio da Câmara Municipal de Castelo de Vide, no Alto Alentejo.
Este ano, segundo a coordenadora, o "Andanças" tem como tema principal as "Raízes", uma vez que pretende nesta edição cimentar a "proximidade" e mostrar aos visitantes as tradições e as danças tradicionais do Alto Alentejo e não só.
O "Andanças" é um festival que assenta em "quatro pilares": a dança/música, o voluntariado, a comunidade e o ambiente/ sustentabilidade.
Criado em 1996, o evento reúne pessoas de todo o país e de vários pontos do mundo, num espírito de "partilha, encontro e práticas sustentáveis", o que faz com que seja "procurado por todos aqueles que querem uma alternativa" aos habituais festivais de Verão.
No "Andanças" é possível aprender mais de meia centena de estilos de dança diferentes, sendo este o resultado das sinergias que se geram entre pessoas de vários pontos do mundo que se deslocam até ao festival para partilhar saberes.
Durante a iniciativa, é possível aprender e assistir a danças portuguesas, africanas, danças ao estilo americano e às diversas danças europeias, tais como húngaras, balcânicas, bascas, ciganas, bálticas, belgas, italianas, galegas, catalãs e mediterrânicas, entre outras.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima