Fernando Palma apresentou lista à Distrital do PSD

Fernando Palma apresentou

A “ausência de acção política” e o “vazio total” da Distrital de Beja do PSD, “nomeadamente nos últimos 12 meses de mandato”, são dois motivos que estão na base da candidatura do actual presidente da Concelhia de Almodôvar, Fernando Palma, a querer liderar aquela estrutura. Mas as críticas não ficam por aqui.
Numa sessão realizada no sábado, 22, num restaurante de Beja, Fernando Palma assumiu que quer “fazer mais e melhor” nas próximas eleições autárquicas, lembrando que o resultado de 2013 “foi o pior de sempre”.
Por outro lado, Palma não esconde o seu desalento com o facto de, “nos últimos seis anos”, não ter havido reativação de secções do PSD no distrito, tendo passado a inactivas as estruturas de Castro Verde, Alvito, Ferreira do Alentejo e Serpa – “O que prova a falta de capacidade de trabalho dos nossos colegas ainda em funções”, criticou.
As notas negativas para a actual liderança do PSD vão mais longe. Apesar de ter integrado a Comissão Política de Mário Simões no primeiro mandato, Fernando Palma acusa-o de “clara ingerência na vida das concelhias, como se estas não pudessem ter autonomia e vida própria”.
Apontadas as fraquezas da gestão política do partido nos últimos anos, Fernando Palma assume que vai renovar e apresenta um conjunto de propostas que quer levar a cabo com “70% de candidatos que não ocuparam cargos de eleição nos órgãos distritais nos últimos seis anos”.
As eleições autárquicas de 2017 são o primeiro grande desafio e o político almodovarense não deixa créditos por mãos-alheias, anunciando desde já que vai avançar com “um projecto de ambição”, como o objectivo de ganhar “uma ou duas câmaras, elegendo mais vereadores e presidentes junta freguesia”.
Nesse sentido, vai criar o cargo de coordenador autárquico. E aposta no surgimento de um dinamizador de secções, para ter especiais responsabilidades junto da Comissão Política Permanente.
Ter mais militantes, realizar uma Convenção Anual, criar um Gabinete Estudos activo e promover assembleias distritais temáticas são outras metas definidas por Fernando Palma.
“E por fim, algo que ninguém fala, não sei porquê, a apresentação anual das contas da Distrital”, acentuou Fernando Palma, destacando que nos últimos seis anos isso não aconteceu.
A lista de Fernando Palma à Distrital do PSD inclui os nomes de Gonçalo Valente e Freitas Jorge como candidatos a vice-presidentes. A Comissão Política distrital conta ainda com o líder da Concelhia de Odemira, Francisco Ganhão, e o antigo candidato à Câmara Municipal de Beja, Pires dos Reis.
Para liderar a mesa da Assembleia Distrital concorre Humberto Nixon (Moura), enquanto o actual presidente do NERBE, Filipe Pombeiro, é candidato à Comissão Distrital de Auditoria Financeira. Elsa Teixeira (Serpa) concorre ao Conselho de Jurisdição.
As eleições para a Distrital de Beja do PSD são a 7 de Novembro e Fernando Palma terá a oposição de João Guerreiro.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima