Estação Biológica de Mértola assina protocolo com FCT

A Associação Estação Biológica de Mértola (EBM) e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) assinaram, na terça-feira, 14, um protocolo de colaboração tendo em vista o financiamento de bolsas de investigação para 20 doutoramentos.

Segundo a Câmara de Mértola, as bolsas de doutoramento serão “nos domínios científicos estratégicos” da EBM, nomeadamente as áreas da Biodiversidade, Agroecologia, Recursos Cinegéticos e outros Recursos Silvestres em contextos de território de baixa densidade e de clima mediterrânico, particularmente vulneráveis aos fenómenos da desertificação e das alterações climáticas.

“A primeira fase de candidaturas a este programa doutoral irá abrir ainda no decurso deste ano”, acrescenta a mesma fonte.

A autarquia da “vila museu” refere ainda que este protocolo “é um ponto marcante” na sua estratégia “de vincar a cultura e a ciência como fatores de inovação, notoriedade, diferenciação valorativa, atratividade, criatividade e sustentabilidade advogando para o território uma nova centralidade”.

A Câmara de Mértola anuncia igualmente o programa de I&D da EBM pressupõe também “o estabelecimento de parcerias com várias universidades e centros de investigação nacionais e internacionais”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima