EDIA investe 4,3ME em cinco novas centrais solares flutuantes

DCIM100MEDIADJI_0025.JPG

A Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) lançou, na passada semana, o concurso público internacional para a construção de cinco centrais fotovoltaicas flutuantes, num investimento avaliado em 4,3 milhões de euros.

Segundo a empresa, este “é o primeiro de um conjunto de quatro concursos” a lançar até ao final do verão, num investimento global que “rondará os 60 milhões de euros”, a que corresponderá a instalação de perto de 70 megawatts (MW).

Em relação ao concurso agora lançado, a EDIA indica que as centrais vão ficar instalada nos reservatórios de Ferreira do Alentejo, Almeidas, Pias, Penderão e Monte Novo, todos no distrito de Beja, com uma potência total a instalar de 4,5 megawatts-pico (MWp).

A EDIA estima que as cinco novas centrais possam alcançar uma produção anual de 7 gigawatts-hora (GWh), situação que leva a empresa a afirmar que se evita assim a emissão de 1.600 toneladas por ano de CO2 para a atmosfera.

Opinião

Carlos Pinto

5 de Julho, 2024

O salário dos políticos

Napoleão Mira

5 de Julho, 2024

Avô Montes

Carlos Pinto

21 de Junho, 2024

O Segredo de justiça existe?

Vitor Encarnação

21 de Junho, 2024

Solidão

Carlos Pinto

7 de Junho, 2024

O problema da imigração

Napoleão Mira

7 de Junho, 2024

Mestre Vargas, Um Barbeiro Invulgar

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima