Deputada do PSD questiona carências nas escolas do distrito

Deputada do PSD questiona

A deputada do PSD eleita por Beja questionou o ministro da Educação, Tiago Brandâo Rodrigues, sobre as carências sentidas nas escolas do distrito.
No âmbito do debate orçamental, Nilza de Sena lembrou ao governante que “há carências inadmissíveis de funcionários nas escolas, sendo flagrante a incapacidade da tutela com a comunidade educativa”.
A deputada laranja apontou ainda “o corte orçamental significativo”, dando como exemplos a Escola Secundária de Serpa, “que não têm dinheiro fotocópias, comunicações e outros bens essenciais”, além de precisar de assistente de cozinha num refeitório não concessionado “e não tem resposta, comprometendo as refeições dos estudantes”.
Nilza de Sena chamou “irresponsável” ao ministro por este ter suspendo “os cursos vocacionais que já estavam previstos, obrigando as escolas do distrito e do país a arcar com os custos imprevistos”. E apontou ainda os casos da Escola D. Manuel I e do Liceu Diogo Gouveia, ambos em Beja, onde estão em falta ainda 200 mil euros do Fundo Social Europeu.
Por fim, Nilza de Sena disse ser preciso ter respeito pelos professores. E ter respeito é “pagar as deslocações dos professores entre os agrupamentos e pagar por completo aos professores que têm trabalho suplementar a classificar exames”, argumentou.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima