Cortiçol (Castro Verde) pode criar grupo de violas campaniças

Cortiçol (Castro Verde) pode

A Escola de Toque e Construção de Viola Campaniça de Castro Verde pode vir, em breve, a dar origem a um grupo musical no seio da Cortiçol, cooperativa sediada na vila.
“Os alunos já têm algumas apresentações e faz todo o sentido dar uma consequência lógica ao projecto. Essa consequência, a meu ver, é o surgimento de um grupo formal, com um espectáculo estruturado”, admite ao “CA” o presidente da instituição.
“Os parceiros já analisaram a situação, existem ideias e creio que estamos numa fase de maturação que pode resultar na eventual criação desse grupo que, parece-nos lógico, poderá ser projectado e acolhido na Cortiçol”, acrescenta António José Brito.
Apesar da disponibilidade da Cortiçol, o presidente da cooperativa vinca ser necessário, “em permanente sintonia com os outros parceiros do projecto, estruturar melhor e com suficiente ponderação os termos” em que se deve avançar.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima