E depois das férias, tanto por resolver!

Quinta-feira, 31 Julho, 2014

Carlos Pinto

director do correio alentejo

Portugal entrou de férias. Não literalmente, mas quase. E o Baixo Alentejo não é excepção, o que se nota bem no fluxo noticioso destes últimos dias. Excluindo mais uma inauguração do Alqueva e uma ou outra novidade política, as notícias que correm limitam-se à realização de festas e festinhas, com emigrantes e muita música popular à mistura. Afinal de contas, Verão é sinónimo de descanso e os baixo-alentejanos também o merecem.
Mas este período de estio não elimina os problemas da região! Que o digam os utilizadores mais frequentes (e todos os outros) do IP 2, cujas obras de requalificação deviam ter sido retomadas no passado mês de Julho – o que não sucedeu, aumentando os riscos de segurança para quem ali circula. Que o digam aqueles que continuam sem médico de família, apesar dos recentes esforços da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo em colmatar algumas carências de pessoal. Que o digam os cidadãos de aldeias e vilas que se preparam para ficar sem escolas e vêem outros serviços públicos essenciais, como Finanças ou Correios, em risco de fechar. Que o diga quem necessita de recorrer aos tribunais, que a partir do próximo dia 1 de Setembro vão ver o seu funcionamento sofrer mudanças de fundo com a entrada em vigor do novo mapa judiciário. E há mais, muito mais…
Estas são apenas algumas das questões a que urge dar resposta e que nem o bom tempo vai eliminar. Daí o conselho: aproveite bem estes calores na planície ou nos areais da costa, porque depois destas férias continua a haver muito por fazer… e resolver!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima