Câmara de Odemira com orçamento de 33,4 milhões de euros em 2013

Câmara de Odemira com orçamento de 33

A educação, cultura e juventude; a qualificação urbana e ambiental; o desenvolvimento empresarial e o emprego; a acção social; e a modernização dos serviços municipais serão as áreas estratégicas de intervenção da Câmara de Odemira em 2013, ano em que vai contar com um orçamento de 33,4 milhões de euros.
Depois de aprovado pelo executivo, o documento recebeu no final da passada semana “luz verde” da Assembleia Municipal, com 22 votos a favor (19 do PS e três da coligação “Odemira no Bom Caminho” – PSD/PP/CDS), nove votos contra (oito da CDU e um do Bloco de Esquerda) e uma abstenção (de um eleito da CDU).
Fonte municipal explica ao “CA” que o orçamento da autarquia para 2013 “corresponde a menos 15,2% do valor de 2012, resultado da não utilização de verbas provenientes do crédito bancário” e “da redução da receita por via dos impostos municipais”.
“Em 2013, as transferências [do Estado] representarão mais de 65% das receitas previstas, através dos fundos do orçamento de Estado e do QREN – Quadro de Referência Estratégia Nacional”, reforça a mesma fonte, que acrescenta: “O Município de Odemira tem por objectivo a máxima captação de financiamentos comunitários, através de diversas candidaturas no valor de 7,3 milhões de euros”, dos quais “cerca de 6 milhões já estão contratados”.
Entre as prioridades para 2013 na área da educação, cultura e juventude, a autarquia pretende implementar o Projecto Educativo Municipal e continuar a reforma de qualificação do parque escolar local.
Já ao nível da qualificação urbana e ambiental a grande meta passa pela concretização das intervenções no âmbito do Polis do Litoral Sudoeste, assim como a requalificação urbana de Odemira e a intervenção urbana em Colos, enquanto que no plano do desenvolvimento empresarial e do emprego é objectivo da autarquia “implementar o ‘Ninho de Empresas’, captar mais investimento nas energias renováveis, promover o concelho e a oferta turística, incentivar o empreendedorismo, projectar novas zonas de fixação empresarial e concretizar o Parque Empresarial de Boavista dos Pinheiros”.
Em matéria de acção social a aposta da Câmara de Odemira para 2013 centra-se no apoio aos mais carenciados e nas parcerias com as IPSS locais para a concretização das obras dos novos lares da APCO, de São Luís e da Santa Casa da Misericórdia de Odemira.
Finalmente, em matéria de modernização dos serviços municipais está nos horizontes da edilidade a sua “valorização, formação e motivação”, com vista à “certificação e aproximação da organização às expectativas dos munícipes”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima