Centro de Viola Campaniça vai nascer em Castro Verde

Centro de Viola Campaniça

A Câmara de Castro Verde vai construir um espaço dedicado à viola campaniça e às artes e ofícios, num investimento avaliado em 750 mil euros e que terá comparticipação comunitária.
Em comunicado, a autarquia castrense revela que o novo centro será instalado na rua D. Afonso I, num imóvel propriedade do Município e integrado na área de protecção da Basílica Real, e terá como objectivo “potenciar a dinâmica associada a estas actividades que são realidades do concelho de Castro Verde”.
O projecto encontra-se ainda “numa fase preliminar” e segundo a Câmara Municipal “contemplará a criação de instalações apropriadas para a construção, o toque e a divulgação da viola campaniça”, além de oficinas “para a promoção de actividades inovadoras ligadas às artes e ofícios, estimulando a capacidade criativa e o desenvolvimento de novos produtos, funcionando em articulação com o Centro de Promoção do Património e Turismo”.
O projecto faz parte do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Castro Verde.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima