Carlos Machado quer ser campeão no Castrense

Carlos Machado quer

Menos de 10 meses depois da sua saída, Carlos Machado está de regresso ao banco do FC Castrense, rendendo no cargo Luís Coelho, demitido no final de Outubro.
E tal como na sua primeira passagem pelo clube de Castro Verde, o técnico algarvio, de 43 anos, tem bem definidos os objectivos que pretende alcançar: ser campeão distrital, repetindo o feito alcançado na temporada de 2014-2015!
“O Castrense é um clube ambicioso e eu também. Gosto de desafios, gosto de lutar por títulos e o Castrense oferece-me essa possibilidade. A ambição do Castrense casa bem com a minha ambição”, assume ao “CA” o treinador, que deixou para trás o Esperança de Lagos para tentar conduzir o emblema de Castro Verde a mais um título.
“Quando temos objectivos na vida e lutamos por eles, torna-se mais aliciante a aventura. E eu acabo por mudar de clube com o objectivo de subir de nível e ser campeão”, continua Carlos Machado, que também rumou a Castro Verde por outro motivo: “Aceitei pela estrutura que o Castrense tem, que proporciona todas as condições para um treinador desenvolver o seu trabalho”.
Mas apesar da confiança, Carlos Machado deixa desde já um aviso sério “à navegação”: nada está ganho e há muito por conquistar. “Se não formos humildes, não vamos vencer. As camisolas não ganham jogos e temos de ser humildes e trabalhar muito, de forma séria e responsável, para atingirmos os nossos objectivos”, afirma o treinador.
Humildade, ambição, compromisso: são estes os pilares em que vai assentar o trabalho do FC Castrense às mãos de Carlos Machado. Porque só assim será possível chegar em primeiro no final de um campeonato que prevê bastante competitivo.
“O campeonato será competitivo, daí termos de nos focar apenas em nós e pensar jogo a jogo. Não adianta pensar no futuro, o mais importante é termos os pés no chão, sabendo a realidade onde estamos inseridos. No final faremos as contas”, adverte o técnico, para logo acrescentar: “Sabemos que vamos ter de trabalhar muito para concretizarmos os nossos objectivos. O campeonato está nivelado por cima e a equipa que errar menos será a melhor. O pormenor e o detalhe vão fazer toda a diferença e nós temos de ser muito fortes para que no pormenor e no detalhe não sejamos nós a errar, mas sim a acertar”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima