Câmara de Monforte vai criar Centro Interpretativo Tauromáquico

Câmara de Monforte vai criar

A construção de um Centro Interpretativo Tauromáquico em Monforte, no Alto Alentejo, vai ser comparticipada em 60 por cento pelo Programa de Desenvolvimento Rural (Proder), revela à Agência Lusa o presidente do Município.
Segundo Miguel Rasquinho, a candidatura foi apresentada ao Proder e recebeu parecer “favorável”, devendo a obra custar cerca 165 mil euros.
Com fortes tradições tauromáquicas, o concelho de Monforte é berço de várias ganadarias, cavaleiros tauromáquicos, peões de brega (bandarilheiros), coudelarias taurinas, forcados e de novilheiros.
O Município já declarou a tauromaquia como Património Cultural e Imaterial de Interesse Municipal.
O Centro Interpretativo Tauromáquico de Monforte vai ser criado nas antigas instalações da biblioteca municipal, imóvel situado no centro daquela vila do distrito de Portalegre.
Miguel Rasquinho aguarda que os responsáveis pelo Proder enviem para a autarquia o contrato para “formalizar” o processo, esperando, depois, lançar “o mais rápido possível” o concurso público para a construção do centro.
“Eu não sei se até ao final deste ano vamos ter a obra feita, mas em 2014 é de certeza uma realidade”, sublinha.
“Se a candidatura tivesse sido aprovada dentro do tempo que tínhamos previsto (há um ano), o Centro Interpretativo Tauromáquico de Monforte poderia vir a abrir as portas este verão”, lamenta.
O Centro Interpretativo Tauromáquico vai ser composto por áreas para exposições, salas de conferências e audiovisuais e espaços destinados a mostrar e contar a história da tauromaquia mundial e de Monforte, em particular.
O autarca manifesta também o desejo de que o centro integre uma parte do espólio dos toureiros do concelho, bem como outros utensílios ligados à festa brava.
De acordo com o autarca, o centro poderá ainda servir como “ferramenta de estudo” para os alunos da Escola Superior Agrária de Elvas, estabelecimento de ensino integrado no Instituto Politécnico de Portalegre (IPP).
“Com a construção deste espaço, queremos dizer que somos a capital da tauromaquia em Portugal e que esta é uma actividade importante para nós, no que diz respeito às nossas tradições, às nossas raízes e à nossa cultura”, declara.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima