Bombeiros de Montemor-o-Novo lamentam acidente com ambulância

Bombeiros de Montemor-o-Novo

Os bombeiros de Montemor-o-Novo ficaram “desfalcados” de uma das suas ambulâncias de transporte de doentes, depois do acidente ocorrido na passada semana e que destruiu uma viatura, disse o comandante da corporação.
“A viatura acidentada era uma das nossas ambulâncias de transporte de doentes e vai fazer muita falta. Temos um concelho grande e com muito trabalho”, lamentou à Agência Lusa o comandante da corporação, João Coelho.
Os bombeiros de Montemor-o-Novo possuíam cinco ambulâncias adaptadas ao transporte de doentes, além de outras três de socorro, assumindo o mesmo responsável que a corporação fica “desfalcada” com menos um veículo.
“A direcção [da Associação Humanitária] ainda está a avaliar a situação para ver se vale a pena mandar arranjar o carro, mas é difícil porque está muito destruído e, para o recuperar, seria preciso muito trabalho”, relatou.
A viatura, apesar de ter 10 anos, “estava boa e tinha levado um motor novo”, sendo “utilizada regularmente” até ao sinistro, acrescentou.
O acidente ocorreu na quarta-feira, 1, por volta das 10h10, quando a ambulância se despistou, capotando a seguir, à saída de Montemor-o-Novo em direcção a Foros de Vale Figueira.
Os dois bombeiros que seguiam no veículo sofreram ferimentos ligeiros e foram assistidos no Centro de Saúde da sede de concelho.
Devido ao despiste seguido de capotamento, ocorrido numa curva, numa altura em que estava a chover, segundo disse à Lusa o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, o veículo ficou destruído.
“É um tipo de viatura com uma grande caixa, que é precisamente a parte mais afectada numa situação destas. Com a ‘cambalhota’, ficou destruída”, acrescentou à Lusa o comandante João Coelho.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima