“Azeite do Alentejo” reconhecido como Indicação Geográfica

“Azeite do Alentejo” reconhecido

O Governo reconheceu o "Azeite do Alentejo" como Indicação Geográfica (IG), o que vai permitir valorizar e promover a "superior qualidade" dos azeites produzidos na região.
Através de despacho, o Governo "reconheceu finalmente o ´Azeite do Alentejo` como IG", disse à Agência Lusa Henrique Herculano, director técnico do Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo(Cepaal), a entidade gestora daquela IG.
Trata-se de "uma grande aspiração do sector olivícola e oleícola do Alentejo", frisou, referindo que a decisão do Estado português surgiu quatro anos após o Cepaal ter pedido o reconhecimento e o registo da Indicação Geográfica Protegida (IGP) "Azeite do Alentejo" ao Governo e à Comissão Europeia.
Segundo Henrique Herculano, ainda decorre o processo de reconhecimento da IGP "Azeite do Alentejo" pela Comissão Europeia, mas o reconhecimento da IG pelo Governo português e o pedido de protecção transitória feito pelo Cepaal permite já "a qualificação e a comercialização de ´Azeite do Alentejo` no mercado nacional".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima