Autarcas do distrito de Évora contra fecho de serviços e escolas

Autarcas do distrito de Évora

A Assembleia Distrital de Évora (ADE) manifestou-se esta segunda-feira, 2, contra o encerramento de serviços públicos e de escolas do primeiro ciclo na região e decidiu convocar uma sessão extraordinária para debater o assunto.
Para a sessão extraordinária destinada a debater o fecho de serviços públicos e de escolas no distrito, a ADE vai convidar os deputados à Assembleia da República eleitos pelo círculo de Évora, refere um comunicado daquele órgão, presidido pelo autarca de Vila Viçosa, Manuel Condenado (CDU).
Além de serviços públicos, os autarcas do distrito afirmaram-se contra o encerramento de escolas, "desde que não tenha existido concordância por parte dos municípios".
A Câmara de Évora, de maioria CDU, também já aprovou, por unanimidade, uma proposta de parecer onde manifestou a sua "oposição ao encerramento de escolas do ensino básico com menos de 21 alunos nas freguesias rurais".
No documento, o Município demonstra "a sua preocupação pelo impacto social que o encerramento de escolas terá nos alunos, famílias e freguesias rurais" e apelou ao Governo para que "reconsidere e anule a decisão".
Segundo a Câmara de Évora, o Governo pretende fechar, no concelho, as escolas de Boa-Fé, Graça do Divor, Nossa Senhora de Machede, Torre de Coelheiros, São Miguel de Machede, São Sebastião da Giesteira e Vendinha.
A presidente da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC), Hortênsia Menino (CDU), em declarações à Agência Lusa, também já se manifestou contra o previsto encerramento de cerca de 30 escolas básicas do distrito de Évora, no próximo ano lectivo, considerando que a medida "penaliza as populações".
"Tendo em conta as posições já manifestadas pelos municípios, a CIMAC está contra o encerramento de escolas", porque "é mais uma medida que penaliza as populações", afirmou Hortênsia Menino, também presidente da Câmara de Montemor-o-Novo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima