Arbitragem de Beja leva “cartão vermelho”

Arbitragem de Beja

As classificações finais dos quadros nacionais de 2016-2017 já foram reveladas pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol e o balanço é catastrófico para a arbitragem do distrito de Beja. Os cinco árbitros do distrito que estavam no quadro nacional vão todos descer de escalão, quatro deles para o quadro distrital. E dos dois árbitros assistentes presentes no quadro nacional, apenas um conseguiu a manutenção.
Mas vamos por partes e começando pela categoria C2 – Estágio Elite, que dava acesso ao principal quadro da arbitragem em Portugal, o bejense Bruno Vieira foi 12º classificado entre 12 juízes. Ou seja, em 2017-2018 vai estar de regresso à categoria C2, onde já não encontrará André Baltasar: o árbitro do concelho de Ourique foi 61º e desceu ao quadro distrital.
Já na categoria C3 – Estágio Avançado, o ouriquense César Leitão foi 12º no Grupo 1 e ainda pode sonhar com a promoção à categoria C2. Mas se tal não suceder, na próxima época regressa aos distritais, seguindo o destino do odemirense Miguel Serpa e do bejense Pedro Jonas, 31º e 37º, respectivamente, no Grupo 2 da categoria C3 – Estágio Avançado.
Entre os árbitros assistentes (categoria AAC2), o bejense Luís Diogo foi oitavo e garantiu a manutenção. Já Valter Canhita, de Serpa, não foi além do 22º lugar e acabou despromovido ao quadro distrital.
Em síntese, em 2017-2018 a arbitragem do distrito de Beja será representada no quadro nacional pelo árbitro Bruno Vieira (categoria C2) e pelo assistente Luís Diogo (categoria AAC2). E no quadro da categoria C3 – Estágio Avançado vão estar os árbitros Tiago Cordeiro, Filipe Mestre e Gonçalo Ramos, que foram os promovidos do quadro distrital este ano.

Futsal sem descidas
Melhor sorte tiveram os árbitros de futsal do distrito de Beja que estão no quadro nacional, uma vez que todos garantiram a manutenção.
Na categoria C2 o melhor representante do distrito foi Fábio Carapuça, que alcançou o 17º lugar entre 122 árbitros. Seguiram-se Daniel Lança (55º), José Sá (77º) e David Tripa (92º).
Na categoria C3 – Estágio Avançado Valter Lourenço foi 9º, garantindo a promoção à categoria C2.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima