António Espírito Santo, o relojoeiro de Castro Verde

António Espírito Santo

António Espírito Santo é o último relojoeiro de Castro Verde. Natural de Entradas, chegou menino a Castro Verde e aí se fez homem, sempre à volta dos relógios. A sua oficina fica na rua que sobe (rua Morais Sarmento) e é lá que passa horas a fio, às voltas com o tempo. Diz que ser relojoeiro é uma vocação. Uma arte que nasceu consigo. “Talvez tenha sido um predestinado”, admite o homem que continuar a trabalhar “até que a vista lhe doa”.
Um filme de Diogo Costa, Duarte Fragoso e António Fragoso no âmbito do curso profissional técnico de Audiovisuais da Escola Secundária de Castro Verde 2014/2015.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima