Antigos combatentes isentos de algumas taxas em Beringel

A Junta de Beringel, no concelho de Beja, decidiu isentar, a partir de 2022, os antigos combatentes da freguesia do pagamento de algumas taxas, por forma a reconhecer o seu “esforço, espírito de sacrifício, coragem e abnegação” quando estiveram em missão.

Segundo revela ao “CA” o presidente da Junta de Freguesia, o socialista Vítor Besugo, esta isenção “surge no âmbito da implementação e divulgação do Estatuto do Antigo Combatente” e depois da assinatura “de um protocolo de colaboração” entre a Direção Geral de Recursos da Defesa Nacional e a Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE).

O autarca adianta que o protocolo “prevê que as freguesias contribuam para o alargamento do conjunto de benefícios conferidos aos antigos combatentes”, nomeadamente “através da isenção do pagamento de atestados, certidões e outros documentos cuja emissão seja da sua competência”.

Nesse sentido, a Junta de Freguesia de Beringel decidiu isentar os antigos combatentes locais “de taxas referentes a atestados, certidões, provas de vida, certificados, e confirmações de declarações”.

“A Junta de Freguesia de Beringel reconhece nos antigos combatentes os mais altos valores patrióticos e tem com eles a devida gratidão ao esforço, espírito de sacrifício, coragem, abnegação e contributo que deram nas várias zonas de conflito em terras distantes, sofrendo ainda muitos deles de doenças físicas e mentais causadas pela guerra de Ultramar”, conclui Vítor Besugo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima