Alqueva com 97% da capacidade máxima

Alqueva com 97% da capacidade máxima

A albufeira da barragem do Alqueva está com 97% da capacidade máxima, mas não estão previstas descargas, pois a produção de energia permite controlar o enchimento.
Segundo dados do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos, a albufeira do Alqueva, no rio Guadiana, armazena 4024.41 hectómetros cúbicos (hm3) de água e está à cota 151.80 metros.
Ou seja, a albufeira do Alqueva está com 97% da capacidade máxima e terá que reter mais 125.59 hm3 de água, mais do que a capacidade total da albufeira do Roxo, que é 96,3 hm3, para atingir o pleno armazenamento de 4.150 hm3, à cota de 152 metros.
Actualmente, "não estão previstas descargas controladas", porque as duas centrais hidroeléctricas do Alqueva em produção estão a debitar cerca de 800 metros cúbicos de água por segundo, "valor que permite controlar o enchimento da albufeira, mantendo um equilíbrio com as afluências", explicou à agência Lusa fonte da Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA).
Por isso, a barragem de Pedrógão, situada a jusante, está a descarregar, debitando o caudal proveniente de Alqueva, numa operação já comunicada aos serviços de Protecção Civil, indicou a fonte.
A albufeira do Alqueva é o maior lago artificial da Europa e tem uma área inundável de 250 quilómetros quadrados e cerca de 1.100 quilómetros de margens.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima