Almodôvar com orçamento de 16,8 milhões em 2019

Almodôvar com orçamento de 16

A construção de uma nova creche na sede de concelho e o avanço de uma Zona Industrial e Logística na freguesia de Gomes, junto à A2, são duas das prioridades da Câmara de Almodôvar par 2019. As Grandes Opções do Plano (GOP) e Orçamento do próximo ano, no valor de 16,8 milhões de euros (mais 4,2 milhões que em 2018), já foram aprovados pelo executivo municipal, com os votos favoráveis do PS e contra do único eleito do PSD, tendo ainda de ser apreciados e votados pela Assembleia Municipal.
“A primeira ‘marca’ deste orçamento é ser um orçamento realista”, afiança ao “CA” o presidente da autarquia, justificando o aumento do valor do orçamento com o aproveitamento dos fundos comunitários. “Tivemos três ou quatro anos praticamente sem avisos para fundos comunitários e neste último ano tem havido avisos, que vamos aproveitando e que, de alguma maneira, se reflectem no orçamento para 2019”, explica António Bota.
Entre as prioridades para o novo ano, o edil almodovarense destaca o projecto de construção de uma nova creche em Almodôvar, “para dar um novo alento” às famílias. “A creche é uma prioridade”, reforça Bota, acrescentando que junto ao equipamento surgirá também um novo loteamento para habitações a preços controlados, “essencialmente para casais jovens”.
Na área do desenvolvimento económico a Câmara de Almodôvar pretende iniciar em 2019 o projecto da Zona Industrial e Logística em Gomes Aires, junto da A2. “É uma obra que também vai dar uma dinâmica diferente ao tecido empresarial” do concelho, justifica o autarca.
Em simultâneo, continua António Bota, a Câmara Municipal irá ainda concretizar em 2019 “pequenas obras, requalificações urbanísticas, aquisição de imóveis, reparações de estradas e a substituição de condutas de água”, assim como apostar no Ambiente, nomeadamente nas áreas da eficiência energética e hídrica. “Tudo para manter o concelho vivo e activo”, observa.
A área social será outras das prioridades da Câmara de Almodôvar, que no próximo irá manter os actuais apoios sociais em vigor. “Mantemos as pessoas em primeiro lugar no concelho de Almodôvar e por isso a área social é muito importante para nós. Daí que as funções sociais correspondem a uma grande percentagem das GOP”, conclui António Bota.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima