Alentejo Litoral fecha Plano de Mobilidade

Alentejo Litoral fecha

A Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) acaba de apresentar o Plano de Mobilidade para a sub-região, desenvolvido para o horizonte de 2025 e que inventaria necessidades de investimento na ordem dos 500 milhões de euros.
De acordo com a CIMAL, o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável do Alentejo Litoral pretende dar resposta às necessidades da região nesta área, algo que foi definido como prioridade pelos autarcas locais.
"A organização da rede de serviços públicos, quer na Saúde, na Justiça, na Educação, bem como o próprio contexto da vida pessoal e profissional das pessoas, vêm fazendo aumentar as necessidades de mobilidade das populações. Precisávamos de conhecer o assunto em profundidade, com dados concretos, reais, que nos permitam formular propostas que respondam às necessidades das pessoas", explica o presidente da CIMAL, Vítor Proença.
Nesse sentido, o plano agora apresentado avalia as necessidades de mobilidade das populações, a oferta de transportes e o modelo existente. E apresenta também as necessidades de investimento para a melhoria ou criação de novas infra-estruturas, "tendo em vista a redução da utilização de transporte individual e promoção de uma mobilidade mais sustentável".
Para tal, os cinco municípios da CIMAL já negociaram com o Portugal 2020 a contratualização de fundos comunitários para os respectivos planos estratégicos de desenvolvimento urbano. 
"No curto e médio prazo estão priorizados investimentos nos cinco municípios que totalizam cerca de 22 milhões de euros na área da mobilidade e uma parte muito substancial destes têm já financiamento comunitário assegurado", acrescenta Vítor Proença.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima