Adega da Vidigueira com seis novos brancos

Adega da Vidigueira

A Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito (ACV) acaba de lançar no mercado seis novos vinhos brancos monocasta, numa aposta que pretende afirmar a sub-região como local de excelência para a produção destes “néctares”.
“Esta gama demonstra que a região da Vidigueira é uma região de brancos para lá da casta Antão Vaz. E o objectivo em termos de marketing foi precisamente sedimentar a nossa condição de região produtora de vinhos brancos de excelência”, explica ao “CA” o presidente da ACV, José Miguel D’Almeida, sobre a “White Inspiration”, gama apresentada recentemente e que conta com seis vinhos, todos monocasta: VDG Arinto, VDG Alvarinho, VDG Chardonnay, VDG Verdelho, VDG Vermentino e VDG Vioginier.
“Quisemos mostrar como é que estas castas do mundo se comportam no micro-clima da Vidigueira. E penso que foi uma agradável surpresa para todos nós”, continua o presidente da ACV, numa opinião corroborada pelo enólogo Luís Leão. “Foi uma oportunidade muito boa para mostrarmos como é que outras castas nacionais e mundiais se comportam na Vidigueira”, diz.
A gama “White Inspiration” é uma edição limitada de 3.000 garrafas por cada referência, sendo que o mercado está a reagir muito bem à proposta da ACV. “Está a ser um sucesso”, reconhece José Miguel D’Almeida. “É uma aposta ganha, pois o consumidor gosta cada vez mais de vinhos brancos bons”, reforça o enólogo da casa, para logo acrescentar: “Serão muito poucos os [produtores] que têm o arrojo de lançar de uma vez só seis monocastas brancas para o mercado, sobretudo quando mercado continua a querer muito tinto”.
Além da gama “White Inspiration”, a Adega da Vidigueira pretende apresentar mais algumas novidades no seu portefólio de vinhos até final do ano. “Vamos ter antes do final do ano o nosso espumante Vidigueira, um espumante premium que vai complementar muito bem a nossa gama de espumantes. Surgirá também uma novidade em termos de monocastas tintas em Novembro. E seguramente iremos reeditar algumas colheitas que já temos, com novos vinhos”, revela José Miguel D’Almeida.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima