Actividade económica caiu 1,3% no Alentejo em 2011

Actividade económica caiu

As regiões do Algarve, Madeira e Lisboa foram as que sofreram maior contracção da actividade económica em 2011, segundo os dados preliminares das Contas Regionais divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
Em 2011, o PIB nacional, ou seja, a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, registou uma variação real de -1,6 por cento, destaca o INE.
O instituto sublinha que o PIB decresceu "mais acentuadamente que a média nacional no Algarve (-2,5%), na Região Autónoma da Madeira (-2,3%) e em Lisboa (-1,7%)".
No Algarve e Madeira, a queda do PIB justifica-se com a contracção do ramo da Construção (-9,7% em 2011), refere o INE.
Quanto às restantes regiões, a variação do PIB na Região Autónoma dos Açores foi de -0,7%, no Centro -1,1%, no Alentejo -1,3% e no Norte -1,5%.
No mesmo documento, o INE divulga os resultados finais das Contas Regionais de 2010, segundos os quais, naquele ano, o PIB aumentou em todas as regiões, com excepção do Algarve (-0,2%), já na altura devido ao forte abrandamento da construção (-15,9% de Valor Acrescentado Bruto).
No Alentejo (2,8%), no Norte (2,7%) e em Lisboa (2,0%), o PIB cresceu mais que no conjunto do país (1,9%).
Ainda relativamente aos resultados finais de 2010, a Região Autónoma dos Açores (1,8%), o Centro (1,1%) e a Região Autónoma da Madeira (0,7%), "registaram crescimentos mais moderados", conclui o INE.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima