Vinho de talha classificado como Património Cultural Imaterial

Vinho de talha

O vinho de talha, que ainda se produz nos concelhos de Aljustrel, Beja, Moura, Serpa e Vidigueira, foi inscrito no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial (INPCI) pela Direção Geral do Património Cultural (DGPC).

Segundo a DGPC, com esta inscrição, cujo despacho será em breve publicado em Diário da República, é reconhecida a importância da produção de vinho de talha “enquanto reflexo da identidade da comunidade envolvente e a sua profundidade histórica e evidente relação com outras práticas inerentes à comunidade”.

Em comunicado enviado ao “CA”, a DGPC explica que “este tipo de produção do vinho, próprio do Alentejo, caracteriza-se por um processo de vinificação natural que remonta à época romana, em que as uvas, depois de esmagadas com recurso a um moinho ou uma mesa de ripanço, transformam-se no mosto que se deposita em talhas de barro para fermentação e cozedura por um período aproximado de 40 dias, até o vinho ficar pronto a ser bebido”.

Trata-se de uma prática de vinificação que, “de acordo com dados de 2018-2019, se mantém ativa nos concelhos de Aljustrel, Beja, Campo Maior, Cuba, Elvas, Estremoz, Marvão, Mora, Moura, Serpa e Vidigueira, e 134 produtores identificados”, acrescenta.

A DGPC adianta igualmente que o pedido de inscrição da manifestação no INPCI foi proposto pela Câmara de Vidigueira, “entidade que encetou trabalho de investigação para aprofundar o conhecimento sobre a produção de vinho de talha, com o objetivo de inventariação na plataforma MatrizPCI (http://www.matrizpci.dgpc.pt/), onde, a partir de agora, o público pode ter acesso a toda a documentação”.

Opinião

Carlos Pinto

16 de Fevereiro, 2024

Saber Andar à frente do tempo

Napoleão Mira

16 de Fevereiro, 2024

E Depois do Adeus…

Vitor Encarnação

2 de Fevereiro, 2024

Adeus

Carlos Pinto

2 de Fevereiro, 2024

Investimento essencial

Carlos Pinto

19 de Janeiro, 2024

Já vemos Luz ao fundo do túnel

Napoleão Mira

19 de Janeiro, 2024

Um Salazar Não Chega

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima