Vereadores PS em Beja acusam CDU de “obstruir” o seu trabalho

Vereadores PS em Beja acusam

Os vereadores do PS na Câmara de Beja acusam a maioria CDU na autarquia de “dificultar e obstruir” o seu trabalho de acompanhamento e fiscalização da gestão municipal.
Em comunicado, os eleitos socialistas apontam o dedo ao executivo liderado por Jão Rocha por este não entregar, “em regra, atempadamente a documentação para as reuniões de Câmara ou os processos para análise”, além de não garantir “as condições e os meios de transporte previstos na lei, para o exercício dos cargos de vereadores da oposição”.
“As práticas de obstrução passam ainda pela ausência de consulta, previamente à tomada de decisão e à divulgação pública, sobre assuntos de extrema importância para o concelho”, acusam os vereadores do PS, garantindo que a sua “compreensão e tolerância” para com “as dificuldades iniciais de organização e de capacidade de resposta” aos problemas e às suas solicitações “não tiveram, da parte do executivo em permanência, a correspondente vontade de resolução e esforço de cooperação”.
“Na verdade, ao invés, a situação tem vindo a piorar, como por exemplo se verificou recentemente, na última reunião de Câmara, com a entrega, sem a antecedência exigível para uma análise rigorosa e cuidada, de documentos de extrema importância para a gestão municipal, bem como a não disponibilização de informação solicitada há já mais de três meses”, conclui o comunicado dos vereadores do PS.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima