Vereadores do PS em Beja contra privatização da EGF

Vereadores do PS em Beja

Os vereadores do Partido Socialista na Câmara de Beja defendem que a autarquia assuma uma posição pública contra a privatização da Empresa Geral do Fomento (EGF).
A instituição é a responsável pela gestão dos resíduos sólidos urbanos e em comunicado os eleitos do PS alertam que a sua privatização pode conduzir, a médio prazo, “ao agravamento da situação financeira do Grupo Águas de Portugal” e abrir “as portas” à privatização do mesmo, passando para o domínio privado “um bem público essencial e indispensável ao bem-estar e qualidade de vida das populações”.
Além do mais, continuam os vereadores socialistas, “as alterações legislativas em curso visam retirar poderes aos municípios, com o objectivo de, neste domínio das águas e resíduos, se colocarem obstáculos continuados à autonomia dos executivos municipais para estabelecerem e definirem tarifas comportáveis para os cidadãos, nomeadamente para os que possuem menores recursos económicos”.
Tudo isto leva os eleitos do PS na Câmara de Beja a manifestarem-se contra a privatização da EGF, defendendo “a urgente necessidade de estabelecimento de critérios de isenção e transparência num dos mais sensíveis domínios do bem público e das condições de vida das populações”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima