Vereadores do PS dão nota negativa ao trabalho da CDU na Câmara de Beja

Vereadores do PS dão nota negativa

Os vereadores do PS na Câmara de Beja apresentaram esta segunda-feira, 24, um balanço “muito negativo” do trabalho da CDU na autarquia nos primeiros 100 dias de mandato.
Em conferência de imprensa, a equipa de vereadores liderada pelo anterior presidente, Jorge Pulido Valente, criticou a “desorganização total dos serviços administrativos e financeiros” e manifestou a sua forte preocupação com aquilo que catalogou como “saneamento político inaceitável”, numa referência ao “afastamento e discriminação de funcionários da Câmara com provas dada de empenhamento, competência, profissionalismo e isenção”.
“Uma atitude inqualificável e antidemocrática” da maioria da CDU, vinca a equipa do PS na autarquia, explicando que, “sem qualquer justificação ou explicação”, há trabalhadores “totalmente desaproveitados, sem objectivos definidos e sem avaliadores identificados”.
Descontentes com a “inércia total” e o “agravamento de problemas que afectam a cidade”, os autarcas socialistas na Câmara de Beja denunciaram também o facto de as despesas da última festa de passagem-de-ano terem sido pagas “ilegalmente” pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima