Uni. Évora premeia jovem de Castro Verde

Uni. Évora premeia

Francisco Assislau Chaves concluiu a licenciatura em Música na Universidade de Évora (UÉ) com 18 valores, o que permitiu ao jovem receber o Prémio Escolar UÉ referente ao ano 2013-2014.
“Foi um reconhecimento do trabalho e do percurso escolar que desenvolvi enquanto aluno da UÉ”, afirma ao “CA” Francisco Assislau Chaves a partir da cidade holandesa de Maastricht, onde o jovem natural de Castro Verde se encontra a frequentar último ano do mestrado em guitarra clássica no Conservatorium Maastricht, sob a orientação de Carlo Marchione.
A música é, aliás, a grande paixão de Francisco Assislau Chaves, que apesar de contar apenas 21 anos já conta com algumas distinções no seu “currículo”, com destaque para a vitória no “Prémio Novos Compositores” de 2013.
Daí que a sua prioridade no momento seja concluir o mestrado, ao mesmo tempo que vai trabalhando em novos projectos.
“Estou a formar um duo com o flautista Rui de Matos. No dia 8 Janeiro iremos actuar em Castro Verde e planeamos agendar mais concertos em Portugal e nos Países Baixos”, adianta o jovem castrense, revelando que em simultâneo anda a escrever uma nova obra para orquestra.
“Mas não posso avançar grandes detalhes, porque ainda não está nada confirmado oficialmente”, diz.
Pelo meio, Francisco Assislau Chaves planeia ir a vários concursos e festivais de música.
“Já este mês irei participar no concurso de guitarra de Aachen (Alemanha) e no fim de Dezembro irei também concorrer no festival de Guitarra de Guimarães”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima