ULSBA nega problemas no Hospital de Dia

ULSBA nega problemas no Hospital de Dia

O conselho de administração da ULSBA – Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo nega que o Hospital de Dia de Oncologia de Beja tenha sido alvo de inspecções por parte do Infarmed.
A questão foi levantada esta semana pelo deputado do PS eleito por Beja, Pedro do Carmo, em pergunta dirigida ao ministro da Saúde, o que levou a administração da ULSBA a explicar, através de comunicado, que o Hospital de Dia não foi objecto de inspecções do Infarmed, “mas outrossim os Serviços Farmacêuticos da ULSBA”.
“Tal está a suceder em vários hospitais do Serviço Nacional de Saúde”, continua a administração da Unidade, explicando que as inspecções permitiram ao Infarmed “verificar junto dos Serviços Farmacêuticos Hospitalares o acompanhamento e monitorização das medidas correctivas propostas na sequência de inspecções realizadas em anos anteriores”.
O conselho de administração da ULSBA garante que, por isso, “em momento algum” estiveram “em causa ou em perigo os tratamentos de quimioterapia a prestar aos doentes no Hospital de Dia do Hospital José Joaquim Fernandes em Beja”.
No comunicado, a ULSBA reconhece ainda que o espaço dos citotóxicos “será objecto no curto espaço de tempo de obras de ampliação”, sendo que “não houve qualquer ordem de encerramento no que se refere à preparação desses fármacos”.
“Durante os trabalhos atrás citados, a preparação dos medicamentos citotóxicos será assegurada por outras instituições com quem a ULSBA assegurou através de acordo esta colaboração”, acrescenta o comunicado.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima