Turismo do Alentejo revela “perfil” dos visitantes da região em 2011

Turismo do Alentejo revela “perfil” dos visitantes da região em 2011

Casais entre os 35 e os 44 anos, residentes nos distritos de Setúbal ou Lisboa, com formação académica superior e um rendimento mensal entre os 1.001 e os 3.500 euros – é este o “perfil” dos turistas que durante o ano de 2011 visitaram o Alentejo em lazer, revelou esta segunda-feira, 19, a Turismo do Alentejo.
De acordo com os dados divulgados pelo segundo relatório do estudo do perfil do visitante e turista do Alentejo, cerca de dois milhões de pessoas visitaram no último ano a região, sendo que 1,3 milhões acabaram por pernoitar. Por outro lado, chegaram aos meios de alojamento cerca de 1,4 milhões de pessoas, sendo a sua maioria portugueses (77,1%).
Os turistas nacionais foram, aliás, quem mais visitou o Alentejo em 2011, com predominância (35%) para os residentes nos distritos de Setúbal e Lisboa. Do estrangeiro chegaram sobretudo turistas espanhóis (13,8%), oriundos na sua maioria das zonas transfronteiriças e de cidades como Madrid, Sevilha e Málaga.
Segundo o relatório da Turismo do Alentejo, em 2011 os visitantes da região eram maioritariamente masculinos (53,2%), 28,4% tinha entre 35 e 44 anos e 73,1% eram casados. Mais de 81% destes visitantes tinha habilitações literárias superiores ao ensino básico e auferiam um vencimento médio entre os 1.001 e os 3.500 euros.
O mesmo relatório aponta que para chegarem ao Alentejo os turistas optaram mais pela viatura própria (71,7%) e acabaram por permanecer na região 3,9 noites, apresentando um gasto médio diário de 56,9 euros durante a sua estadia.
O lazer, gozo de férias ou recreio foi a principal motivação dos turistas que passaram pelo Alentejo em 2011 (79,5%), que nos dias passados na região optaram por descansar (17,1%), realizar visitas de índole cultural (16,9%) e ao património natural (9,6%), provar a gastronomia regional (13%), fazer passeios pedestres (8,7%) ou banhar-se nas praias alentejanas (7,3%).
A “segurança”, a “experiência com os vinhos”, a “autenticidade do destino” ou a “hospitalidade e tranquilidade” do Alentejo são os aspectos que mais agradaram aos turistas que passaram pelo Alentejo no ano passado, sendo que destes 89,1% manifestaram a sua intenção de regressar e 78,8% assumiram ir recomendar o destino a familiares ou amigos.
Por oposição, os aspectos negativos mais evidenciados pelos visitantes prendem-se com a “falta de eventos atractivos” e de “animação nocturna”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima