Tribunal de Évora condena homem acusado de matar irmã

Tribunal de Évora condena

O Tribunal de Évora condenou esta terça-feira, 11, a 24 anos de prisão Guilherme Páscoa, acusado de há um ano ter matado a irmã Ana Bívar, antiga sub-directora do Igespar.
Na sessão de leitura do acórdão deste processo, que decorreu em Évora, na ausência do arguido, o tribunal deu como provados os dois crimes de homicídio qualificado de que estava acusado.
Pelo crime de homicídio qualificado consumado, o arguido foi condenado a 20 anos de prisão, e, pelo crime de homicídio qualificado na forma tentada, o tribunal condenou Guilherme Páscoa a 12 anos de prisão.
Contudo, em cúmulo jurídico, o arguido foi condenado pelo Tribunal de Évora a uma pena única de 24 anos de prisão efectiva.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima