Transporte de hortícolas e suínos vão ter novas regras

Transporte de hortícolas e

O ministro da Economia anunciou que está na fase final o processo legislativo para permitir o aumento do limite de carga de alguns produtos hortícolas e de suínos em pesados.
O processo legislativo, que ainda irá ser aprovado em Conselho de Ministros, mas que "já está na fase final", "corresponde a uma ambição que muitos agricultores têm" de que o limite de carga no transporte de alguns produtos hortícolas, como tomate e uva, e de suínos possa ser aumentado de 40 para 60 toneladas", à semelhança do que já está em vigor para produtos da floresta, disse o ministro.
Segundo António Pires de Lima, "existe a expectativa de que a legislação possa estar aprovada e promulgada a tempo da estação alta".
Trata-se de uma "medida simples, mas em que Portugal, ao nível ibérico, está a ser pioneiro e que, no fundo, visa dotar a agricultura e a agro-indústria de uma maior competitividade, uma maior simplicidade e racionalidade de custos na área dos transportes", frisou o ministro da Economia em São Brissos, no concelho de Beja, à margem da cerimónia de inauguração do adutor Pisão/ Beja, que implicou um investimento de 37,1 milhões de euros por parte da EDIA e irá garantir a adução de água à barragem dos Cinco Reis e servir 10.700 hectares de dois blocos de rega do projecto Alqueva.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima