Trabalhadores de Beja contestam falta de homologação das 35 horas

Trabalhadores de Beja contestam

Trabalhadores das autarquias de Beja entregaram quinta-feira 27, ao Governo um ofício a questionar a falta de publicação dos acordos para as 35 horas semanais de trabalho.
À semelhança de acções que decorrem desde segunda-feira, os trabalhadores concentraram-se esta quinta-feira, 27, frente ao Ministério das Finanças, em Lisboa, para criticar a falta de publicação dos Acordos Colectivos de Entidade Empregadora Pública (ACEEP).
Em declarações à Agência Lusa, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL), Francisco Brás, estima que tenham estado no local cerca de centena e meia de trabalhadores e que a delegação não encontrou dificuldades para entregar o ofício no gabinete do secretário de Estado da Administração Pública, José Leite Martins.
“Receberam com urbanidade a delegação e do gabinete deixaram de levantar dificuldades. Correu razoavelmente bem”, comenta o dirigente.
Os trabalhadores da administração local têm protestado todas as manhãs, desde segunda-feira, 24, frente ao Ministério e entregado ofícios relativos aos acordos assinados com várias autarquias para manter as 35 horas de trabalho, em vez das 40 horas previstas na lei.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima