“Terras Sem Sombra” entrega três prémios

“Terras Sem Sombra”

O programador alemão Michael Haefliger [na foto], o arqueólogo sírio Khaled al-Asaad (a título póstumo) e a Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal (Madeira) são os distinguidos deste ano pelo Prémio Internacional “Terras Sem Sombra”.
A entrega das distinções terá lugar este sábado, 2 de Julho, pelas 18h30, no Centro de Artes de Sines, numa cerimónia que contará com a presença do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes e que marcará o final da edição deste ano do festival de música sacra do Baixo Alentejo “Terras Sem Sombra”, iniciativa promovida pelo Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja.
Ao violinista e programador alemão Michael Haefliger, de 55 anos, será entregue o prémio relativo à área de Música e Musicologia, enquanto o prémio na área de Património Cultural distinguirá a título póstumo o arqueólogo sírio Khaled al-Asaad (1934-2015), que nasceu e morreu em Palmira, torturado e assassinado pelo grupo terrorista auto-designado Estado Islâmico para que revelasse a localização de artefactos escondidos, nomeadamente em ouro.
De acordo com o director do festival, José António Falcão, “a laudatio do distinguido será pronunciada pelo ex-Presidente da República, Jorge Sampaio, e o galardão será recebido por uma jovem e um jovem sírios, que estudam arqueologia nas universidades de Lisboa e Coimbra”.
Finalmente, o prémio na categoria de Salvaguarda da Biodiversidade será entregue à Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal, fundada em 1996.
A sessão vai terminar com um recital da soprano Ana Cosme e do pianista Nuno Lopes.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima