“Terras Sem Sombra” chega ao fim em Beja

“Terras Sem Sombra”

O festival de música sacra “Terras Sem Sombra” termina este sábado, 18 de Junho, na cidade de Beja, com o espectáculo “Inesperado Resgate: Compositores Portugueses na Espanha do Siglo de Oro”.
O espectáculo vai decorrer a partir das 21h30 na Sé Catedral de Beja e será interpretado pelo ensemble vocal e instrumental de música antiga “La Grande Chapelle”, dirigido pelo maestro espanhol Albert Recasens.
O programa que vai ser interpretado em Beja, em larga medida inédito, inclui uma selecção do repertório de alguns dos principais músicos ibéricos do século XVII.
Como sempre, o festival “Terras Sem Sombra” dedica dia seguinte ao espectáculo à biodiversidade local, com um passeio entre as ribeiras de Terges e Cobres.
E no final do passeio, na unidade de agro-turismo da Herdade dos Xistos, será feita uma evocação dos falecidos Armando Sevinate Pinto [1946-2015] e Manuel de Castro e Brito (1950-2016).
O festival de música sacra “Terras Sem Sombra” é uma iniciativa do Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima