Seis pombos baixo-alentejanos nas Olimpíadas de columbofilia

Seis pombos baixo-alentejanos nas Olimpíadas de columbofilia

Foi sempre a somar a prestação da columbofilia do distrito de Beja em Tavira, durante a 38ª edição da Exposição Nacional da modalidade, realizada entre 14 e 16 de Janeiro.
Em prova estiveram columbófilos de todo o país e o Baixo Alentejo conseguiu a proeza de subir meia dúzia de vezes ao pódio, garantindo seis vagas na comitiva que no final do mês, entre os dias 28 e 30, vai representar Portugal nas Olimpíadas, este ano na cidade polaca de Poznan.
Naquele que é considerado por muitos o ponto mais alto da columbofilia no distrito de Beja, o grande destaque vai para a vitória do pombo 9533050/09 [<i>na foto</i>] de José Pestana Lampreia, da Associação Columbófila de Serpa, na categoria Yearlings da classe Sport, com a marca de 26,7331 pontos.
A esta vitória, o columbófilo serpense juntou ainda dois terceiros lugares: um na mesma categoria com o pombo 9533061/09 (35,0762 pontos) e outro em Fundo/ Sport com o atleta 6658085/06 (62,8925 pontos).
Estes resultados permitiram a Lampreia “carimbar” por três vezes o passaporte para a Polónia, numa viagem em que será acompanhado por mais três columbófilos do Baixo Alentejo: Luís Brito (da secção columbófila do Cabeça Gorda, segundo na categoria Absoluto/ Sport com o pombo 7526908/07, que somou 59,9644 pontos), José Henriques Santos (também de Serpa, terceiro em Maratonas/ Sport com o atleta 5407598/05, que alcançou um total de 218,6786 pontos) e a dupla João Mimoso & Filho (da Zona Azul, terceiros em Velhos/Sport, que com o pombo 7605596/07 teve 96,3626 pontos).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima